Dicionário da cultura neerlandesa

A

ACHTERHOEK: Região nos Países Baixos, na província Gelderland.

  

AFRIKAANS: Língua derivada do neerlandês. Desde 1925 é uma das línguas oficiais da África do Sul, também é falada na Namíbia. É actualmente a língua materna de seis milhões de pessoas, a segunda língua mais falada na África do Sul.

  

AFSLUITDIJK: Um dique nos Países Baixos de 30 quilómetros que liga a província Noord-Holland a Friesland. Com este dique, fechou-se uma parte do mar, o Zuiderzee, tornando-a num grande lago: o IJsselmeer.

  

AGALEV: Veja Partijen.

  

AJAX: Veja Voetbal.

  

ALGEMEEN DAGBLAD: Veja Kranten en Weekbladen.

  

ANDERLECHT: Veja Voetbal.

  

ANTILLEN, NEDERLANDSE ~ Antilhas Neerlandesas: Grupo de seis ilhas nas Caraíbas, divididas em dois grupos, as Bovenwindse Eilanden (Saba, Sint Eustatius, Sint Maarten) e as Benedenwindse Eilanden (Aruba, Curaçao, Bonaire). Antigas colónias neerlandesas da Companhia das Índias-Ocidentais. Desde 1954 têm um estatuto autónomo, mas continuam - com exepção de Aruba - a fazer parte dos Países Baixos e, consequentemente, da União Europeia. Têm, aproximadamente, 250.000 habitantes. A língua oficial é o neerlandês, além do inglês e do Papiamento (v.).

  

ARENA: Veja Voetbal.

  

AVRO: Veja Televisie.

B

BEGIJNHOF: Bairro nas cidades antigas onde viúvas tinham uma vida de freira em pequenas casas.

  

BELFORT: Torre no centro das cidades antigas onde se guardavam documentos oficiais e a partir de onde se podia vigiar toda a região, espécie de Torre de Menagem.

  

BELG belga: Habitante de België (v.).

  

BELGIË Bélgica: País europeu com dez milhões de habitantes. Independente desde 1830. A capital é Bruxelas. Dividida em três Gewesten (v.) e três Gemeenschappen (v.). As três línguas oficiais são: o neerlandês (seis milhões), o francês (quatro milhões) e o alemão (60 mil).

  

BENELUX: Colaboração entre a Bélgica (België/Belgique), os Países Baixos (Nederland) e o Luxemburgo (Luxemburg/Luxembourg), primeiro como união aduaneira (1944) e depois união económica (1958). Foi um importante passo em direcção à União Europeia.

  

BETUWE: Região nos Países Baixos entre os rios Maas e Waal (v.), conhecida pela produção de frutas e legumes.

  

BINNENHOF: Lugar em Haia onde fica o parlamento neerlandês.

  

BLAUW-ZWART: Veja Voetbal.

  

BRABANÇONNE: Hino nacional da Bélgica.

  

BRABANT Brabante: Antigo ducado. Depois da Tachtigjarige Oorlog (v.) ficou dividido. Actualmente, é uma província nos Países Baixos - Noord-Brabant e três na Bélgica, duas na Flandres: Antwerpen, Vlaams-Brabant e uma na Valónia: Waals-Brabant.

  

BRABANTS brabantino: Veja Dialecten.

  

BRUSSEL Bruxelas: Cidade com aproximadamente um milhão de habitantes. Capital da Flandres, da Bélgica e também da União Europeia. Por ser bilingue, a cidade tornou-se um Gewest (v.). Antigamente, a cidade era só neerlandófona, mas sofreu uma forte emigração valã, de tal maneira que, actualmente, os neerlandófonos são uma minoria de apenas 20 %.

  

C

CABARET: Genéro de teatro muito popular nos Países Baixos, faz lembrar a revista portuguesa, mas a música desempenha um papel mais importante e o nível intelectual das histórias, canções e anedotas é mais elevado, tornando-as difícil de entender por estrangeiros.

  

CDA: Veja Partijen.

  

CENTRUM PARTIJ: Veja Partijen.

  

CLUB-BRUGGE: Veja Voetbal.

  

COMMUNAUTAIR: Termo muito usado na política belga, refere-se às duas grandes comunidades, a Flandres e a Valónia, e a difícil relação entre ambas.

  

COMPAGNIE companhia: Empresas comerciais que financiavam e controlavam as colónias neerlandesas. Havia a V.O.C., Vereenigde Oostindische Compagnie, na África do Sul e no Oriente e a W.I.C., West-Indische Compagnie, na América e em África.

  

CVP: Veja Partijen.

D

DE BILT: Cidade nos Países Baixos onde fica o K.N.M.I., Koninklijk Nederlands Meteorologisch Instituut, o centro de observação meteorológica.

  

DELTAPLAN Plano Delta: Conjunto de diques construídos entre 1953 e 1986 na província neerlandesa Zeeland, para evitar novas cheias como aquela que no dia 1 de Fevereiro de 1953 matou 1.800 pessoas.

  

D'66: Veja Partijen.

  

DIALECTEN dialectos: Muitas pessoas, sobretudo na Flandres e no Sul dos Países Baixos, só usam o Standaardnederlands, o neerlandês padrão, em ocasiões formais, falando no seu dia-a-dia um dialecto neerlandês. Há sete grupos de dialectos: West-Vlaams (na província flamenga West-Vlaanderen), Oost-Vlaams (na província flamenga Oost-Vlaanderen), Brabants (nas províncias flamengas Antwerpen, Vlaams-Brabant e na província neerlandesa Noord-Brabant), Limburgs (na província flamenga Limburg e na província neerlandesa Limburg), Zeeuws (na província neerlandesa Zeeland), Hollands (nas províncias neerlandesas Noord-Holland, Zuid-Holland e Utrecht), Saksisch (nas províncias neerlandesas Groningen, Drente, Overijssel e Gelderland). Actualmente, os dialectos estão a desaparecer e ficam apenas como sotaque. As duas regiões onde o uso do dialecto é mais forte são West-Vlaanderen e Limburg.

  

DOCTORAAL: Trabalho final numa universidade neerlandesa para conseguir o grau de doctorandus (v.).

  

DOCTORANDUS: Termo usado no ensino universitário neerlandês para designar alguém que terminou um curso universitário.

  

DRIE KONINGEN: Festa que leva as crianças vestidas de Reis Magos a cantar de casa em casa, pedindo algum dinheiro.

  

E

ELFSTEDENTOCHT: Corrida de patinagem de 200 quilómetros que passa por 11 cidades na província neerlandesa Friesland com início e fim na cidade de Leeuwarden e que só se organiza se o Inverno for suficientemente rigoroso.

  

ELSEVIER: Veja Kranten en Weekbladen.

  

EO: Veja Televisie.

  

EUROPOORT: Nome do porto de Roterdão.

  

F

FACILITEITEN: Termo usado na política belga para designar os direitos das minorias neerlandófonas em Wallonië (v.) e francófonas em Vlaanderen (v.) que vivem em cidades situadas junto à Taalgrens (v.).

  

FEIJNOORD: Veja Voetbal.

  

FLEVOLAND Flevolândia: Maior dos pôlderes (97 mil hectares) que foi ganho ao mar, fechando o IJsselmeer com o Afsluitdijk (v.). Obra concluída em 1968.

  

FRANS-VLAANDEREN Flandres-Francesa: Região no norte da França que equivala aos departamentos franceses Nord e Pas-de-Calais. Até 1678 fazia parte da Flandres, depois foi anexado por Luís XIV. O neerlandês já não é falado nesta região, só aproximadamente 50.000 pessoas no Westhoek(v.) ainda sabem falar West-Vlaams (v.).

  

FRIES frísio: Língua germânica falada na província neerlandesa Friesland e nos estados alemães Niedersachsen e Schleswig-Holstein.

  

G

GAZET VAN ANTWERPEN: Veja Kranten en Weekbladen.

  

GEMEENSCHAP comunidade: Desde 1970, a Bélgica é um país federal, dividido em três Gewesten (v.) e três Gemeenschappen: a Vlaamse Gemeenschap, a Franse Gemeenschap e a Duitse Gemeenschap. Esta divisão separa as três culturas e línguas da Bélgica: a neerlandesa (60%), francesa (39%) e alemã (1%).

  

GENERALITEITSLANDEN: Termo para designar o sul dos Países Baixos, tradicionalmente católico, constituído por Noord-Brabant, o sul de Limburg e Zeeuws-Vlaanderen (v.). Território que foi conquistado aos espanhóis poucos anos depois da independência dos Países Baixos.

  

GEUZEN: Nome dos revolucionários que lutaram contra o domínio espanhol durante a Tachtigjarige Oorlog (v.) que levou à independência dos Países Baixos.

  

GEWEST região: Desde 1970, a Bélgica é um país federal, divido em três Gemeenschappen (v.) e três Gewesten: a Vlaamse Gewest, a Waalse Gewest e a Brusselse Gewest. Esta divisão é económica e política. Cada Gewest tem também o seu próprio governo, parlamento e primeiro-ministro.

  

'T GOOI: Região nos Países Baixos, à volta da cidade de Hilversum (v.) na província Utrecht.

  

GOUDEN EEUW: Século de Ouro dos Países Baixos, o séc. XVII.

  

GORDEL: Manifestação desportiva à volta de Brussel (v.) para demonstrar a presença flamenga nesta cidade.

  

GRACHTEN: Nome dos famosos canais de Amesterdão.

  

GROENE AMSTERDAMMER: Veja Kranten en Weekbladen.

  

GROENE HART: Corredor verde à volta da Randstad Holland (v.).

  

GROEN LINKS: Veja Partijen.

  

H

HAAGSE POST: Veja Kranten en Weekbladen.

  

HAVO: Veja Onderwijs.

  

HILVERSUM: Cidade nos Países Baixos onde fica a televisão neerlandesa.

  

HOLLAND Holanda: Antigo Condado. Actualmente é uma região dos Países Baixos, constituído pelas províncias Noord-Holland e Zuid-Holland. Erradamente, o termo é às vezes usado para designar os Países Baixos.

  

HOLLANDS holandês: Veja Dialecten.

  

HUIS VAN ORANJE Casa de Orange: Casa real neerlandesa, descendentes de Willem van Oranje, o líder histórico dos Geuzen (v.) durante a Tachtigjarige Oorlog (v.).

  

HUMO: Veja Kranten en Weekbladen.

  

I

IJMUIDEN: Nome do porto de Amesterdão.

  

IJSSELMEER: Veja Afsluitdijk.

  

IJZERBEDEVAART: Recordação anual dos soldados flamengos mortos na Primeira Guerra Mundial. Ocorre na cidade flamenga Diksmuide e tem uma forte conotação nacionalista.

  

J

K

KAMER: 1. Nos Países Baixos, o Eerste Kamer é o senado e o Tweede Kamer é a Câmara dos deputados. 2. Na Bélgica, o Kamer é a Câmara dos deputados, enquanto o senado é o Senaat.

  

KANDIDATUUR: Termo usado no ensino universitário na Flandres para os dois primeiros anos.

  

KEMPEN: Região na Flandres, no norte das províncias Antwerpen e Limburg.

  

KEUKENHOF: Importante exposição de flores perto de Amesterdão durante a Primavera.

  

KMI: Veja Ukkel.

  

KNACK: Veja Kranten en Weekbladen.

  

KNMI: Veja De Bilt.

  

KONINGINNEDAG: Feriado nacional dos Países Baixos no dia 30 de Abril, originalmente o dia de anivesário da antiga rainha Juliana.

  

KONINGSKWESTIE: Revolta na Bélgica contra o comportamento do rei Leopold III durante a Segunda Guerra Mundial e que levou a sua abdicação.

  

KRANTEN EN WEEKBLADEN jornais e semanários: 1. O jornal mais sério dos Países Baixos é o conservador NRC Handelsblad, outros, mais progressistas, são De Volkskrant e Trouw, jornais mais populares são De Telegraaf e Het Algemeen Dagblad. Os semanários são muito importantes nos Países Baixos, os principais são: Elsevier, De Haagse Post, Vrij Nederland, De Groene Amsterdammer e De Tijd. O semanário mais vendido, é a revista de fofoca Privé. 2. Na Flandres, os jornais mais sérios são, o conservador, De Standaard e o progressista De Morgen, jornais mais populares são Het Laatste Nieuws, Het Nieuwsblad, Het Volk e De Gazet van Antwerpen. Os semanários não têm tanta importância como nos Países Baixos, o mais sério é Knack, o mais popular é Humo.

  

KRO: Veja Televisie.

  

KUIP: Veja Voetbal.

L

LAATSTE NIEUWS: Veja Kranten en Weekbladen.

  

LAEKEN: Nome do lugar em Brussel (v.) onde fica o palácio real belga.

  

LAGE LANDEN: Sinónimo de Nederlanden, refere-se aos antigos Países Baixos, que, em termos geográficos, equivala ao território de três países: a Bélgica, os Países Baixos e o Luxemburgo.

  

LAND VAN MAAS EN WAAL: O Maas e o Waal (v.) são os dois principais rios dos Países Baixos e a expressão serve para designar os Países Baixos.

 

LICENTIAATSVERHANDELING: Trabalho final numa universidade flamenga para poder terminar a licentie (v.).

  

LICENTIE: Termo usado no ensino universitário na Flandres para os dois últimos anos.

  

LIMBURG Limburgo: Antigo ducado que em 1288 foi conquistado pelo ducado de Brabant (v.). Depois da Tachtigjarige Oorlog ficou dividido. Actualmente, é uma província na Flandres e uma nos Países Baixos.

  

LIMBURGS limburguês: Veja Dialecten.

 

M

MANNEKE PIS: Pequena estátua em Brussel (v.) cuja original data do séc. XVII.

  

MAROLLEN: Bairro popular de Brussel (v.).

  

MAVO: Veja Onderwijs.

  

MEETJESLAND: Região na Flandres, no norte da província Oost-Vlaanderen.

  

MOERDIJK: Lugar na provincia neerlandesa Noord-Brabant que constitue uma fronteira fictícia entre o norte dos Países Baixos, tradicionalmente protestante, e o sul, tradicionalmente católico.

  

MORGEN: Veja Kranten en Weekbladen.

  

N

NCRV: Veja Televisie.

  

NEDERLAND Países Baixos: País europeu com aproximadamente 16 milhões de habitantes. Independente desde 1648. A capital é Amesterdão, mas o governo e a casa real residem em Haia. As línguas oficiais são o Nederlands (v.) e o Fries (v.).

  

NEDERLANDEN: Sinónimo de Lage Landen (v.)

  

NEDERLANDER neerlandês: Habitante de Nederland (v.).

  

NEDERLANDS neerlandês: Terceira maior língua germânica, com 22 milhões de falantes. Língua oficial de Nederland (v.), Nederlandse Antillen (v.), Vlaanderen (v.), Brussel (v.) e Suriname (v.). O Standaardnederlands, o neerlandês padrão, só existe desde o séc. XVII e baseia-se, sobretudo, nos dialectos Hollands (v.) e Brabants (v.).

  

NIEUWSBLAD: Veja Kranten en Weekbladen.

  

NOORDEINDE: Nome do lugar em Haia onde fica o palácio real neerlandês.

  

NOORD-NEDERLANDS: Usa-se para designar a literatura ou linguagem escrita ou falada nos Países Baixos. Veja também Zuid-Nederlands.

  

NOS: Veja Televisie.

  

NRC: Veja Kranten en Weekbladen.

O

ONDERWIJS ensino: Tanto nos Países Baixos como na Flandres, o ensino é estatal, escolas ou universidades privadas são quase inexistentes. 1. Nos Países Baixos, no ensino secundário distingue-se entre MAVO, Middelbaar Algemeen Voortgezet Onderwijs (para alunos que não farão ensino superior), HAVO, Hoger Algemeen Voortgezet Onderwijs (para alunos que poderão fazer ensino superior) e VWO, Voorbereidend Wetenschappelijk Onderwijs (para alunos que farão ensino superior) 2. Na Flandres, distingue-se entre Beroepsonderijs (para alunos que não farão ensino superior), Technisch Onderwijs (para alunos que poderão fazer ensino superior) e Algemeen Vormend Onderwijs (para alunos que farão ensino superior).

  

OOST-VLAAMS flamengo-oriental: Veja Dialecten.

ORANJE: A equipa nacional do futebol dos Países Baixos.

P

PAARS: Termo usado na política neerlandesa para designar uma coligação entre os partidos D66, PvdA, e VVD.

  

PAARS-WIT: Veja Voetbal.

  

PAJOTTENLAND: Região na Flandres, na província Vlaams-Brabant.

  

PAPIAMENTO: Língua crioula falada nas ilhas Aruba, Curaçao e Bonaire das Nederlandse Antillen (v.). É basicamente uma mistura de neerlandês, português, castilhano e línguas africanas.

  

PARTIJEN partidos: 1. Nos Países Baixos, os maiores partidos são: PVDA, Partij van de Arbeid (centro-esquerda), VVD, Volkspartij voor Vrijheid en Democratie (direita), CDA, Christen-Democratisch Appel (cristão-democrata), D'66, Democraten 66 (centro-direita), Groen Links (ecologista), Centrum Partij (extrema-direita). 2. Na Flandres, os maiores partidos são. CVP, Christelijke Volkspartij (cristão-democrata), SP, Socialistische Partij (centro-esquerda), VLD, Vlaamse Liberalen en Democraten (direita), AGALEV, Anders Gaan Leven (ecologista), Vlaams Blok / Vlaams Belang (extrema direita), Volksunie (nacionalista).

  

PRINSJESDAG: Início do ano político nos Países Baixos, sempre na terceira Terça-Feira de Setembro. Nesse dia, a rainha chega num coche dourado ao Binnenhof (v.) para fazer um discurso parlamentar.

  

PRIVÉ: Veja Kranten en Weekbladen.

  

PROPAEDEUSE: Termo usado no ensino universitário neerlandês para alguém que consegui passar em todas as cadeiras do primeiro ano.

  

PROVO: Movimento de provocação (moral) nos Países Baixos durante os anos 60.

  

PSV: Veja Voetbal.

  

PVDA: Veja Partijen.

Q

R

RANDSTAD HOLLAND: O centro económico e populacional dos Países Baixos em forma de uma ferradura entre as cidades Utrecht-Amesterdão-Haia-Roterdão.

  

RODE DUIVELS: A equipa nacional do futebol da Bélgica.

RONDE VAN VLAANDEREN: Mais importante corrida de ciclismo da Flandres.

  

RTL: Veja Televisie.

  

S

SAKSISCH saxão: Veja Dialecten.

  

SCHELDE Escalda: Rio na Bélgica que deságua em Antuérpia.

  

SCHIPHOL: Lugar onde se situa o aeroporto internacional dos Países Baixos, perto de Amesterdão.

  

SINJOREN: Alcunha dos habitantes de Antuérpia.

  

SINTERKLAAS: Festa tradicional, tanto nos Países Baixos como na Flandres, onde se festeja a vinda (fictícia) da Espanha de um santo acompanho de um criado negro, Zwarte Piet, e que vem distribuir presentes pelas crianças. Festeja-se no dia 6 de Dezembro.

  

SLOCHTEREN: Lugar na província neerlandesa Groningen onde se situa uma das maiores reservas de gás natural da Europa.

  

SP: Veja Partijen.

  

SRANAN TONGO: Língua crioula falada em Suriname (v.). É básicamente uma mistura de neerlandês com português e línguas africanas.

  

STANDAARD: Veja Kranten en Weekbladen.

  

STANDAARDNEDERLANDS neerlandês padrão: Veja Nederlands e Dialecten.

  

STATEN-GENERAAL: Termo usado na política neerlandesa para designar o parlamento.

  

SURINAME: País na América do Sul que faz fronteira com os estados Amapá e Pará no Brasil. Antiga colónia neerlandesa da Companhia das Índias Ocidentais. Independente desde 1975, capital Paramaribo. Tem, actualmente, 400.000 habitantes, mas mais meio milhão de surinamenses vivem nos Países Baixos. A língua oficial é o neerlandês, mas também se fala o Sranan Tongo.

  

T

TAALGRENS: Fronteira linguística que separa Vlaanderen (v.) de Wallonië (v.). Esta fronteira foi fixada definitivamente em 1962 e separa os dois Gewesten (v.).

  

TAALUNIE, NEDERLANDSE ~: Organização que resulta de uma colaboração entre os governos dos Países Baixos e da Flandres para divulgar, coordenar e apoiar a língua e literatura neerlandesa. Existe desde 1980.

  

TACHTIGJARIGE OORLOG Guerra dos 80 Anos: Guerra civil (1568-1648) nos Lage Landen (v.) contra o domínio espanhol que deu origem à independência ao Norte dos Lage Landen, o actual Nederland (v.).

  

TELEGRAAF: Veja Kranten en Weekbladen.

  

TELEVISIE Televisão: 1. Nos Países Baixos, há três canais estatais (Nederland 1, 2 e 3) com os direitos de programa concedidos a empresas privadas. Cada empresa precisa de, pelo menos, 150.000 membros para poder ter programas na televisão, quanto mais membros, mais horas recebe. As notícias e o desporto são fornecidos pela única empresa estatal, a NOS, as privadas são: AVRO e TROS (populares), VARA (socialista), KRO (católico), NCRV (protestante), EO (evangélico) e VPRO (esquerda-progressista). As maiores empresas privadas sairam e têm o seu próprio canal (a pagar), trata-se de RTL-VERONICA. 2. Na Flandres, há dois canais estatais da televisão flamenga VRT, duas da televisão privada VTM e um de uma outra televisão privada, TV4.

  

TIJD: Veja Kranten en Weekbladen.

  

TRAPPIST: Tipo de cerveja belga.

  

TROS: Veja Televisie.

  

TROUW: Veja Kranten en Weekbladen.

  

U

UKKEL: Cidade na Bélgica onde fica o Koninklijk Meteorologisch Instituut, o centro de observação meteorológica.

  

UNIVERSITEITEN universidades: Nos Países Baixos, o acesso à universidades é limitado e depende em certos casos de um sistema de lotaria, na Flandres, basta terminar a escola secundária para frequentar qualquer curso em qualquer universidade. 1. A universidade mais antiga dos Países Baixos é a Rijksuniversiteit Leiden (1575), outras importantes são: Rijksuniversiteit Groningen (1614), Rijksuniversiteit Utrecht (1636), Erasmusuniversiteit Rotterdam (1973), Rijksuniversiteit Limburg (1976), Gemeentelijke Universiteit Amsterdam (1622), Vrije Universiteit Amsterdam (1880) e a Katholieke Universiteit Nijmegen (1923). Desde 1986, algumas escolas superiores conseguiram o estatuto de universidade, as mais importantes são: Technische Universiteit Delft, Technische Universiteit Eindhoven, Technische Universiteit Enschede, Landbouwuniversiteit Wageningen e a Katholieke Universiteit Brabant. 2. A universidade mais antiga da Flandres é a Katholieke Universiteit Leuven (1425), outras importantes são: Universiteit Gent (1817), Vrije Universiteit Brussel (1969). Depois há universidades que só têm algumas faculdades ou só a Kandidatuur (v.), é o caso com: Rijksuniversitair Centrum Antwerpen, Universitaire Instelling Antwerpen, Universitaire Faculteiten Sint-Ignatius Antwerpen, Universitaire Faculteiten Sint-Aloysius Brussel, Limburgs Universitair Centrum e a Katholieke Universiteit Leuven - Afdeling Kortrijk.

 

V

VAALSER BERG: Ponto geográfico mais elevado dos Países Baixos no sul da província Limburg: 321 metros.

  

VARA: Veja Televisie.

  

VELUWE: Região nos Países Baixos na província Gelderland. É também uma famosa reserva da natureza.

  

VERONICA: Veja Televisie.

  

VLAAMSE ARDENNEN: Região acidentada na Flandres, no sul da província West-Vlaanderen.

  

VLAAMS BLOK / VLAAMS BELANG: Veja Partijen.

  

VLAAMSE BEWEGING: Movimento que lutou pelo neerlandês passar a ser uma língua oficial na Bélgica.

  

VLAAMSE LEEUW: Nome da bandeira e do hino da Flandres.

  

VLAANDEREN Flandres: Antigo condado. Depois da Tachtigjarige Oorlog (v.), uma parte, Zeeuws-Vlaanderen (v.), ficou nos Países Baixos e no século XVII, Frans-Vlaanderen (v.) foi anexado à França. O resto deste condado é, actualmente, constituido por duas províncias na Flandres: West-Vlaanderen e Oost-Vlaanderen. Hoje, Vlaanderen já não se refere a este antigo condado, mas à parte da Bélgica onde só se fala neerlandês, nomeadamente, às províncias West-Vlaanderen, Oost-Vlaanderen, Vlaams-Brabant, Antwerpen e Limburg. A capital de Vlaanderen é Brussel (v.).

  

VLAMING flamengo: Habitante de Vlaanderen (v.).

  

VLD: Veja Partijen.

  

VOETBAL futebol: Desporto mais popular nos Países Baixos e Flandres. As principais equipas neerlandesas são Ajax Amsterdam, Feijnoord Rotterdam e PSV Eindhoven. Os estádios do Ajax, o Arena, e de Feijnoord, o Kuip, são famosíssimos. As principais equipas flamengas são Club-Brugge e Anderlecht (de Bruxelas), também chamadas pelas cores, respectivamente, Blauw-Zwart e Paars-Wit. A equipa nacional dos Países Baixos chama-se Oranje e a da Bélgica chama-se os Rode Duivels.

  

VOEREN: Conjunto de aldeias que pertencem a Vlaanderen (v.), mas onde o maior partido político não se contente com as Faciliteiten (v.) e pretende uma alteração da Taalgrens (v.) para poder pertencer a Wallonië (v.).

  

VOLK: Veja Kranten en Weekbladen.

  

VOLKSKRANT: Veja Kranten en Weekbladen.

  

VOLKSUNIE: Veja Partijen.

  

VPRO: Veja Televisie.

  

VRIJ NEDERLAND: Veja Kranten en Weekbladen.

  

VRT: Veja Televisie.

  

VTM: Veja Televisie.

  

VT4: Veja Televisie.

  

VVD: Veja Partijen.

  

VWO: Veja Onderwijs.

  

W

WAAL valão:1. Nome de príncipal braço do rio Reno que passa pelos Países Baixos e que deságua em Roterdão. 2. Habitante de Wallonië (v.).

 

WADLOPEN: Passeios organizados entre o continente e as ilhas da província neerlandesa Friesland quando há maré baixa.

  

WALLONIË Valónia: Parte da Bélgica que é francófona.

  

WESTHOEK: Região na província flamenga West-Vlaanderen e em Frans-Vlaanderen (v.).

  

WEST-VLAAMS flamengo-ocidental: Veja Dialecten

  

WETSTRAAT: Lugar em Brussel onde fica o parlamento belga.

  

WILHELMUS: Hino nacional dos Países Baixos.

  

X

Y

Z

ZAVENTEM: Lugar onde se situa o aeroporto internacional da Bélgica, perto de Brussel (v.).

  

ZEEBRUGGE: Nome do porto de Bruges.

  

ZEEUWS zelandês: Veja Dialecten.

  

ZEEUWS-VLAANDEREN Flandres-Zelandesa: Parte da província neerlandesa Zeeland que fica a sul do rio Schelde (v.) e que, antigamente, fazia parte do condado da Flandres.

  

ZUIDERZEE: Veja Afsluitdijk.

  

ZUID-NEDERLANDS: Usa-se para designar a literatura ou linguagem escrita ou falada na Flandres. Veja também Noord-Nederlands.

  

ZWARTE PIET: Veja Sinterklaas.

  

ZWIN: Reserva da natureza na cidade de Knokke na Flandres-Ocidental.

© Jeroen Dewulf